Noticias

18/05/2021 - Mais Nutrição desenvolve ações de combate à Covid

O Governo do Estado do Ceará promoveu, desde o início da pandemia da Covid-19, em março do ano passado, a distribuição de mais de 30 mil cestas básicas para milhares de cearenses em situação de vulnerabilidade social. Famílias atendidas pelo Programa Mais Nutrição, que conta com o apoio do Instituto Agropolos do Ceará (IACe), também receberam as doações.

Cada unidade doada beneficia uma família de até cinco pessoas e possui mantimentos básicos como arroz, feijão, macarrão, açúcar macarrão, leite em pó, farinha de mandioca, óleo, entre outros. Até este momento, mais de 685 toneladas de alimentos já foram distribuídos.

Pensa que acabou? Com a finalidade de estimular a participação popular nas doações de alimentos, desde a semana passada, foi lançada a campanha Vacinação Solidária. A iniciativa mobiliza pessoas que estão recebendo a vacina a levarem, de forma voluntária, alimentos não perecíveis para serem doados.

E não para por aí. Desde sexta-feira (14), trabalhadores de transporte alternativo e escolar, ambulantes e feirantes, mototaxistas, taxistas, motoristas de aplicativos, bugueiros, guias de turismo e despachantes documentalistas que fizerem a inscrição no site www.sps.ce.gov.br poderão ser beneficiados cartão-alimentação com duas parcelas de R$ 100. Uma iniciativa que pretende atender a mais de 150 mil trabalhadores.

A ação emergencial foi montada para ajudar a reduzir os impactos causados pela pandemia na vida dessas famílias. Além dos beneficiados pelo Programa Mais Nutrição, recebem as doações beneficiários do Cartão Mais Infância Ceará, vítimas de enchentes, artistas circenses da Grande Fortaleza, populações indígenas e quilombolas, municípios em Isolamento Social Rígido e instituições que atendem pessoas em situação de rua, crianças com câncer e fissura lábio-palatal.   

Quem pode doar?

Os alimentos são adquiridos junto aos permissionários da Ceasa e demais entidades públicas e privadas interessadas em ajudar. Para participar, é só entrar em contato com o programa pelo telefone: (85) 991132246.

Comentar