Noticias

06/05/2021 - Mudas pré-brotadas garantem expansão da Fábrica Escola

O início da quadra chuvosa é sempre um convite para o agricultor voltar para o campo, preparar a terra e cuidar do plantio. Na Fábrica Escola de Processamento de Cana de Açúcar do Cariri, o técnico Alexandre Cortez decidiu aproveitar para expandir o canavial do equipamento. Uma área de 0,5 hectare foi preparada para receber mil Mudas Pré-Brotadas (MPB) de cana. 

“No ano passado, nós começamos a trabalhar com esse sistema de mudas pré-brotadas, que nada mais é do que uma tecnologia de multiplicação que contribui para a produção mais rápida de mudas, associando elevado padrão de fitossanidade, vigor e uniformidade de plantio”, explica.

Além da estratégia de plantio em MPB, a Fábrica Escola também recebeu o plantio convencional de cana-de-açúcar em mais 4 hectares. A ideia, de acordo com Alexandre, é garantir uma colheita farta, de 150 toneladas, já para o segundo semestre.

Nós queremos implementar a nossa produção de álcool líquido 70%, para continuar contribuindo com o enfrentamento da Covid-19 junto às instituições que desenvolvem trabalhos sociais e oferecem atendimento aqui no Cariri”, acrescentou Cortez, que é responsável pelo equipamento.

De olho no amanhã

E como a chuva só traz esperança para o campo, o engenheiro Everson Lima já faz planos para 2022. Com o incremento no canavial, ele estima uma colheita de 300 toneladas logo no primeiro semestre. “Nós temos muito trabalho pela frente. Precisamos retomar os cursos e capacitações sobre o manejo dessa cultura, garantir a oferta da cana para que os agricultores possam iniciar sua plantação e, se Deus quiser, com o controle da pandemia, voltar a viabilizar intercâmbios culturais para reforçar o aprendizado dos estudantes”, destacou o técnico.

Comentar