Noticias

30/01/2018 - PAA Leite apresenta metas para 2018 em seminário que reúne 84 municípios

Melhorar a qualidade de vida nos municípios através da alimentação adquirida, diretamente, da agricultura familiar. O Programa de Aquisição de Alimentos do Leite (PAA Leite) funciona assim. Transformando a realidade de entidades e de produtores rurais. Em 2017, foram mais de trezentas mil pessoas atendidas em 99 cidades. Este ano, a meta é ampliar para quinhentas mil em 134 cidades.

Para conseguir atingir os resultados propostos, a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) realiza, anualmente, o Seminário Estadual do Programa do Leite (PAA Leite) que está acontecendo hoje, 30 de janeiro, no auditório da SDA. O evento, que reúne secretários e coordenadores de 84 municípios cearenses, deverá iniciar à execução do PAA Leite. E o Instituto Agropolos do Ceará (IACe) é um importante parceiro nessa empreitada. De acordo com o secretário da SDA Dedé Teixeira, para garantir a qualidade dos laticínios, outras iniciativas também são sendo desenvolvidas em paralelo.

"O Programa do Leite garante desenvolvimento social e agrário para o nosso Estado. Parceiros como o Instituto Agropolos e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), viabilizam bons resultados. A SDA, em convênio com o Incra, entregou durante o ano de 2017, 323 projetos de caprinocultura em 43 assentamentos garantindo o melhoramento genético dos animais e com isso o aumento da qualidade do leite. Com esse investimento o leite de qualidade vai chegar pras nossas crianças e adolescentes nas escolas, melhorando a qualidade nutricional", assinalou o secretário Dedé Teixeira.

Também conhecido pelo antigo nome “Leite Fome Zero”, o PAA é uma ação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) executada em parceria com os governos estaduais do Nordeste Brasileiro e Minas Gerais que adquiri leite de vaca e cabra da agricultura familiar através de associações e cooperativas. Para que isso aconteça, as entidades devem cumprir os requisitos de controle de qualidade dispostos nas normas vigentes.

Integração que garante suporte  

Com a finalidade de fortalecer a agricultura familiar, a SDA integrou o PAA leite ao PAA alimentos em 70% dos municípios atendidos. De acordo com a coordenadora do PAA Leite, Gizelli Morais, essa iniciativa viabilizou superação na qualidade e na quantidade. "Hoje comemoramos integração do PAA Leite com a Compra Simultânea do PAA Alimentos. Essa parceria, no início desacreditada, vem gerando grandes resultados nos municípios. E se a gente acreditar vamos, cada vez mais, fortalecer o nosso Programa e alcançar a nossa meta de atingir 134 municípios".

O programa atende pessoas assistidas por entidades da rede socioassistencial e unidades da rede pública de ensino, além de famílias registradas no Cadastro Único, priorizando integrantes do Bolsa Família. Em 2017, foram distribuídos 9.609.205 litros de leite bovino e 232.478 litros de leite caprino, fomentando a sustentabilidade da cadeia produtiva em todo Estado, atendendo 2.020 produtores da agricultura familiar e pagando um preço justo, maior que o aplicado pelas empresas do ramo mais atuantes.

Perspectiva dos municípios

Para Adriano Pires, coordenador do PAA Leite em Paracuru, o programa está melhorando a vida da população. “Estamos conseguindo atender as famílias que realmente precisam. E muitas delas já apontam o leite como o principal complemento de refeição diária”, completou. Atualmente, a cidade conta com oito pontos de entrega de leite, que realiza a distribuição de 1.190 litros de leite na terça-feira e na quinta-feira, atendendo, em média, 99 famílias e nove equipamentos municipais, como escolas e redes socioassistenciais.

De acordo com Pio Paiva, secretário de Agricultura em Groaíras, o programa, em vigor desde 2016 no município, trouxe mais qualidade para a merenda escolar. “Estamos bem satisfeitos com o resultado. A população elogia muito a qualidade do leite. Agora, a nossa luta consiste em adequar as produções da nossa região, de acordo com os requisitos do programa, para que os agricultores locais sejam os fornecedores”. Na localidade, 1.500 famílias e 13 entidades recebem, às segundas e quartas-feiras, 1.600 litros de leite.  

ASCOM Instituto Agropolos do Ceará.

Comentar